Simpósio: Formação de tradutores e pesquisadores em estudos da tradução

Coordenadores:
Anabel Galán Mañas (UAB, Espanha)
Maria Lúcia Vasconcellos (UFSC)

[Scaricare in italiano] | [Descargar en español] | Download provisional translation into English]

Este simpósio visa ao intercâmbio e ao debate de trabalhos sobre formação de tradutores e de pesquisadores em tradução sob a perspectiva dos estudos da tradução com potencial de aplicação (appliable translation studies), que transcende a dicotomia teoria – aplicação e propõe abordagens que respondam às demandas e necessidades do exercício da tradução no escopo mais amplo dos diversos processos de produção textual multilíngue. Coadunam-se dois percursos de formação diferenciados: a formação dos profissionais que exercerão a tradução e a produção textual multilíngue e a dos pesquisadores que buscam investigar o fenômeno tradutório.

São acolhidas contribuições relativas à didática de formação de tradutores e produtores de textos multilíngues (revisores, pós-editores), incluindo desenho curricular;  progressão didática; direcionalidade da tradução; elaboração de materiais didáticos;  enfoque por tarefas de tradução; ensino de tradução especializada e de diferentes tipos textuais; e avaliação; e ao desenvolvimento de um direcionamento sistemático e orgânico do percurso empreendido pelos pesquisadores em tradução, contemplando abordagens pautadas pela retroalimentação entre os dados obtidos da prática tradutória e a reflexão teórica, geradoras de resultados que contribuam para um corpo integrado de constatações sobre o fenômeno tradutório.

Local: Sala 201 , CCE, bloco A

HORÁRIOS

PERÍODO 24 25 26
10:00-11:30 A avaliação por competências na formação de tradutores
Anabel Galán Mañas (UAB, Espanha)
Amparo Hurtado Albir (UAB, Espanha)
Caracterização de registros orientada para a tradução no escopo amplo dos processos de produção textual multilíngue
Kelen Cristina Sant’Anna de Lima (POSLIN/UFMG e NUPAD/FM/UFMG) & Adriana S. Pagano (POSLIN/UFMG)
13:30-15:00 Graduação em Tradução: viabilidade e necessidades no mercado brasileiro
Ina Emmel (UFSC)
Thaís Collet (UFSC)
Possibilidades didáticas do captioning e o revoicing na aprendizagem da língua estrangeira: o projeto ClipFlair
Lupe Romero, Helena Casas, Anabel Galán-Mañas, Lucía Molina, Patrícia Rodriguez-Inés, Sara Rovira, Olga Torres-Hostench (UAB)
A tradução de contos de Juana Manuela Gorriti: formando tradutores e pesquisadores
Daniele Corbetta Piletti (FURG)
Artur Emilio A. Vaz (FURG)
15:30-17:00 A tradução: uma experiência com tradutores iniciantes para o ensino de terminologia do futebol
Angela Zucchi (FFLCH/USP)
Uma experiência de abordagem por tarefas no âmbito de formação por competência bilíngue num curso de graduação na UFSC
M. Lúcia Vasconcellos (UFSC)
Edelweiss Gysel (UFSC)
Primeros resultados de la evaluación de la competencia lectora en las lenguas extranjeras del grado de Traducción e Interpretación de la UAB
Lupe Romero & Emmanuel Doërr

RESUMOS

3a feira- 24/09/2013

1. Estudos da tradução com potencial de aplicação (appliable translation studies): um enfoque da tradução no escopo mais amplo dos diversos processos de produção textual multilíngue
Adriana Pagano (UFMG)

Uma linguística com potencial de aplicação (appliable linguistics), conforme proposta de M.A.K Halliday, contempla uma abordagem que tem como ponto de partida problemas suscitados pelas demandas linguísticas da nossa sociedade e busca, através da resolução dos mesmos, contribuir para um modelo teórico da linguagem nos seus diversos contextos de uso. Pautados nessa abordagem, são postulados os estudos da tradução com potencial de aplicação (appliable translation studies), visando ao desenvolvimento de pesquisas que respondam a demandas e necessidades decorrentes da tradução no escopo mais amplo dos diversos processos de produção textual multilíngue. Para ilustrar esse tipo de pesquisa, será apresentado um estudo desenvolvido no âmbito do Laboratório Experimental de Tradução da FALE/UFMG, em parceria com o Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico (Nupad), da Faculdade de Medicina da UFMG, que teve por objetivo gerar uma abordagem teórica e metodológica que possibilitasse obter dados sobre as necessidades de produção textual multilíngue do NUPAD com vistas a informar a implementação de um pipeline de produção textual no referido Núcleo.

2. A avaliação por competências na formação de tradutores
Anabel Galán Mañas & Amparo Hurtado Albir (UAB)

A avaliação consiste na obtenção de informação sobre o processo de aprendizagem com o objetivo de tomar decisões. Na formação por competências, a avaliação deve ser autêntica, continuada e formativa. Isto tem implicações pedagógicas: a avaliação passa a ser uma ferramenta para a aprendizagem, considerando os resultados da aprendizagem, mas também o processo. Em consequência, é preciso especificar os critérios e os resultados esperados da aprendizagem, promover diferentes estratégias de avaliação e diferentes olhares avaliadores. Nesta comunicação apresentamos os pressupostos que deveriam guiar a avaliação por competências na formação de tradutores e indicamos o que, quando, quem e como se deve avaliar:
O que se avalia: definir os resultados de aprendizagem esperados, os critérios de avaliação e os níveis de aceitabilidade.
Quando se avalia: determinar os momentos da avaliação e o tipo de informação que pode ser conseguida em cada momento.
Quem avalia: incluir diferentes olhares avaliadores: o olhar do próprio estudante (autoavaliação), de um colega (coavaliação) ou do docente, de forma que se possa conseguir um olhar de 360º.
Como se avalia: determinar quais são os instrumentos e as atividades que permitem avaliar a aquisição de competências dos estudantes. Na comunicação serão tratados estes elementos e se apresentarão exemplos de instrumentos e tarefas avaliadoras na formação de tradutores.

3. Graduação em Tradução: viabilidade e necessidades no mercado brasileiro
Ina Emmel & Thaís Collet (UFSC)

Nesta comunicação apresentaremos algumas discussões preliminares resultantes de uma pesquisa em andamento sobre a situação atual da formação de tradutores no Brasil. Pretendemos, através dela, verificar os aspectos envolvidos nessa formação com o objetivo de discutir o currículo de um curso de graduação em tradução que atenda às demandas do mercado atual para esses profissionais. Na Europa, pesquisadores há anos discutem e teorizam nessa área e parece haver um relativo consenso, bem como parâmetros que regulam sobre o que um currículo na área de tradução deva conter. Partiremos, portanto, da experiência dos programas europeus, para, juntamente com a análise das particularidades e exigências do mercado brasileiro, avaliar a viabilidade e as necessidades de um curso de formação de tradutores para esse mercado emergente.

4. Possibilidades didáticas do captioning e o revoicing na aprendizagem da língua estrangeira: o projeto ClipFlair
Lupe Romero (coordenadora equipe UAB); Helena Casas; Anabel Galán-Mañas; Lucía Molina; Patrícia Rodriguez-Inés; Sara Rovira; Olga Torres-Hostench

Nesta comunicação apresentamos as possibilidades didáticas que oferece o uso do captioning (inserção de um texto na imagem) e o revoicing (inserção de voz), e sua aplicabilidade na criação de atividades didáticas para o ensino da língua estrangeira, independentemente da proximidade ou da distância linguística e cultural respeito à língua materna do estudante. As atividades propostas fazem parte do projeto ClipFlair, cujo objetivo é a criação de atividades para aprender a língua estrangeira baseadas no uso do material audiovisual, o revoicing (a dublagem, a audiodescrição e as vozes superpostas) e o captioning (legendas, intertítulos e pop ups). No projeto ClipFlair participam professores e pesquisadores de 10 universidades e 8 países europeus (Estônia, Grécia, Inglaterra, Irlanda, Polônia, Portugal, Romênia e Espanha). Estão sendo criados exercícios e atividades em 15 línguas (árabe, catalão, chinês, espanhol, estônio, grego, inglês, irlandês, japonês, polonês, português, romeno, russo, ucraniano e vasco). As atividades permitem praticar as quatro competências: expressão oral e escrita, compreensão oral e escrita. Nesta comunicação apresentaremos algumas atividades desenvolvidas pela equipe de professores da Faculdade de Tradução e Interpretação (UAB, Espanha), que participam no projeto. Estas atividades estão destinadas à aula de língua estrangeira para tradutores de diferentes línguas: árabe, catalão, chinês, inglês, italiano e português.

5. A tradução: uma experiência com tradutores iniciantes para o ensino de terminologia do futebol.
Angela Zucchi (FFLCH/USP)

Pretende-se apresentar procedimentos e análise de resultados de uma atividade com alunos de Letras, realizada na disciplina Introdução à Prática de Tradução em Italiano, uma das disciplinas que fornecem subsídios teóricos e práticos ao graduando que aspira a carreira de tradutor.
A maioria dos alunos em italiano ingressa no curso sem noção da língua e, por isso, surge a necessidade de expor o aluno ao maior e mais variado número de textos em italiano. Visando ampliação lexical e reflexão em terminologia, deu-se uma atividade de leitura e tradução de uma história infantil publicada em italiano, cujo original é de um autor brasileiro. A história é sobre futebol e o texto repleto de termos nessa área. A tarefa de traduzir o texto para o português e depois confrontá-lo com o original na mesma língua, trouxe consciência da terminologia existente e percepção da diacronia das escolhas lexicais do autor e do tradutor, que foram acrescidas ainda diante de textos jornalístico sobre o mesmo tema.

6. A tradução de contos de Juana Manuela Gorriti: formando tradutores e pesquisadores
Daniele Corbetta Piletti (FURG) & Artur Emilio A. Vaz (FURG)

Esta comunicación pretende divulgar los resultados parciales del proyecto de investigación “Juana Manuela Gorriti: análise e tradução”, realizado en la Universidade Federal do Rio Grande (FURG), que tiene como objetivo investigar y divulgar la importancia de la argentina Juana Manuela Gorriti (1818-1892), que publicó cuentos y novelas a lo largo del siglo XIX, como también traducir su obra, ya que -a pesar de la importancia de la obra de esta autora en su país natal, y también en países de lengua inglesa y francesa- no hay traducciones a la lengua portuguesa y, consecuentemente, es poco conocida y citada en artículos y tesis académicas en Brasil. Parte de la investigación se establece en la traducción y en la publicación de su obra en lengua portuguesa, pues -incluso pasado más de un siglo de su muerte y décadas después de que sus textos hayan entrado en dominio público- no se tiene conocimiento de alguna obra suya publicada en países de lengua portuguesa. De esa forma, después de leer textos teóricos sobre traducción, se establece una etapa de revisión de las traducciones realizadas por los becarios, abarcando tareas -como uso de diccionarios en línea y físicos- que objetivan no sólo la corrección de los errores puntuales ocurridos, sino, principalmente, enseñar aspectos lingüísticos y culturales necesarios para la traducción literaria, en el caso de la prosa de la autora argentina. Con esa intención, la traducción se hace una práctica dirigida y necesaria en la enseñanza de ELE y en la formación de traductores e investigadores de traducción, pues abarca aspectos históricos y culturales de la Argentina en estudiantes brasileños que estudian lengua española, para, también, mejorar sus cualidades profesionales para el mercado de trabajo emergente que es la traducción literaria. De la misma manera, los resultados parciales de la investigación son fuentes de reflexiones y relatos de experiencias de los becarios, que publican artículos y presentan resultados parciales en congresos en Brasil y en Argentina.

7. Uma experiência de abordagem por tarefas no âmbito de formação por competência bilíngue num curso de graduação na UFSC
M. Lúcia Vasconcellos & Edelweiss Gysel (UFSC)

Esta fala explora o diálogo entre os Estudos da Tradução (didática de tradução) e a Linguística Sistêmico- Funcional (tipologia textual baseada em contexto) no âmbito da formação de tradutores por competência, segundo o modelo holístico de Competência Tradutória (CT) do grupo PACTE (UAB/Espanha), a partir do enfoque por tarefas de tradução. Para tanto, apresenta a natureza da CT e suas subcompetências com vistas a localizar o componente textual no âmbito de aquisição da subcompetência bilíngue. Nesse contexto, trabalha a tradução como operação textual e o modelo de tipologia textual baseada em contexto, com base na variável ‘campo’ do contexto de situação em sua dimensão de atividade sócio semiótica, para a elaboração de Unidades Didáticas (UDs). Como ilustração, apresenta uma UD pilotada em disciplina de introdução à tradução especializada (UFSC), que tem por objetivo instrumentalizar o tradutor em formação a realizar a tradução de tipos textuais específicos. Busca-se mostrar que o enfoque por tarefas é uma metodologia viva na qual o estudante aprende fazendo por meio de estratégias tradutórias, enquanto capta princípios para guiar o fazer tradutório.

8. Primeros resultados de la evaluación de la competencia lectora en las lenguas extranjeras del grado de Traducción e Interpretación de la UAB
Lupe Romero & Emmanuel Doërr

En esta comunicación presentaremos los resultados de una prueba piloto para recoger datos de los niveles de competencia lectora en las lenguas extranjeras del grado de Traducción e Interpretación de la UAB. El objetivo principal de la prueba es verificar si los niveles de lengua establecidos previamente en la implementación de las asignaturas del grado se corresponden con los niveles que poseen los alumnos al acabar de cursar dichas asignaturas. La finalidad última de las pruebas es asegurar una mejor formación del alumno ya que, a partir de los resultados obtenidos (se realizarán en varios años académicos consecutivos), podremos modificar o corregir los niveles de las asignaturas y, por tanto, perfilar mejor la progresión en la adquisición de la competencia lectora de la lengua extranjera. En esa prueba piloto se han recogido evidencias de aprendizaje de los siguientes idiomas: inglés, francés, alemán, italiano y portugués. Han participado 274 alumnos de 17 asignaturas del grado. El instrumento utilizado ha sido el test DIALANG, un sistema diagnóstico de evaluación lingüística, basado en el “Marco Europeo común de Referencia” del Consejo de Europa (2000), En la comunicación se describirán las características de la prueba, el perfil de la muestra, las características del instrumento utilizado y los resultados obtenidos.

9. Caracterização de registros orientada para a tradução no escopo amplo dos processos de produção textual multilíngue
Kelen Cristina Sant’Anna de Lima (POSLIN/UFMG e NUPAD/FM/UFMG) & Adriana S. Pagano (POSLIN/UFMG)

Esta comunicação se insere no escopo do exercício de uma linguística com potencial de aplicação (appliable linguistics), conforme proposta de M.A.K Halliday, a qual contempla uma abordagem cujo ponto de partida são problemas suscitados pelas demandas linguísticas da nossa sociedade e busca, através da resolução dos mesmos, contribuir para um modelo teórico da linguagem nos seus diversos contextos de uso. Pautados nessa abordagem, são postulados os estudos da tradução com potencial de aplicação (appliable translation studies), visando ao desenvolvimento de pesquisas que respondam a demandas e necessidades decorrentes da tradução no escopo mais amplo dos diversos processos de produção textual multilíngue. Nessa, perspectiva apresentamos um estudo desenvolvido no âmbito do Laboratório Experimental de Tradução da FALE/UFMG, em parceria com o Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG (NUPAD/FM/UFMG), com o objetivo de implementar uma abordagem teórica e metodológica que possibilitasse obter dados sobre as necessidades de produção textual multilíngue do NUPAD com vistas a informar a implementação de um pipeline de produção textual no referido Núcleo. Visando produzir em português brasileiro um texto destinado ao público leigo sobre anemia falciforme, constatada a inexistência de textos representativos desse registro no contexto de cultura brasileiro que permitissem observar padrões para a tradução de textos análogos no contexto inglês, foram investigados padrões de uso linguístico em textos compilados em corpora comparáveis e classificados de acordo com rótulos a eles atribuídos pela comunidade de usuários da língua como artigos acadêmicos, manuais técnicos e cartilhas e folders de divulgação. Os corpora foram manipulados por meio do software R, com o qual foram extraídos padrões de co-ocorrência entre itens lexicais e itens gramaticais específicos e anotados em classe de palavras pelo software Treetagger. Por fim, excertos de mil palavras de cada um dos tipos de texto em inglês e em português foram classificados de acordo com a tipologia da língua no contexto de cultura postulada pela linguística sistêmico-funcional e anotados por meio do software UAM CorpusTool, para extração das frequências relativas das escolhas nos sistemas de TRANSITIVIDADE, MODO, TEMA e MENSAGEM, com o objetivo de propor uma descrição sistêmico-funcional dos tipos de textos. Os resultados possibilitaram compreender a produção linguística no ambiente multilíngue e os dados obtidos propiciaram a elaboração de um modelo como primeiro passo para elaboração de um pipeline de produção textual para o NUPAD.

CRÉDITOS DAS TRADUÇÕES

Italiano: Nicoletta Cherobin

Espanhol: Rosario Lázaro Igoa & Luz Adriana Sánchez Segura

One thought on “Simpósio: Formação de tradutores e pesquisadores em estudos da tradução

  1. Pingback: Lista de simpósios | ABRAPT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s